Dicas para o melhor armazenamento do óleo lubrificante

Como escolher o óleo ideal para o seu veículo, como realizar a troca corretamente, essas questões o Óleo Certo já mostrou para você. Hoje, nós vamos levantar um assunto muito importante: armazenamento do lubrificante usado ou contaminado.

O óleo lubrificante perde suas propriedades iniciais, exigindo sua substituição para garantir a integridade e o bom funcionamento do motor ou equipamento. Este óleo usado se contamina no processo de lubrificação, tornando-se um resíduo perigoso, passando a oferecer riscos à saúde das pessoas, ao meio ambiente ou à segurança pública.

Apesar de ser um resíduo, o óleo lubrificante usado ou contaminado não pode ser considerado “lixo”. Em geral, o óleo lubrificante contém cerca de 80 a 85% de óleo básico, que pode ser recuperado através do rerrefino, e ser utilizado como matéria-prima para outros lubrificantes.

Por este motivo, o Óleo Certo separou algumas dicas importantes para você armazenar o óleo lubrificante da maneira correta.

Impeça o contato dos tambores com o chão

Nunca deixe o tambor em contato direto com o solo, seja qual for o revestimento desse. Caso haja vazamento, o lubrificante usado pode contaminar o solo. Quando o óleo vaza, inutiliza o solo atingido, tanto para a agricultura, quanto para a edificação, matando a vegetação e os microrganismos.

Faça inspeções periódicas

Mesmo que os tambores estejam armazenados em local correto, podem ocorrer vazamentos. Para evitar que problemas graves aconteçam, verifique sempre o estado do estoque, seja ele de óleo lubrificante usado ou novo.

Rotule e identifique tudo

Uma boa técnica de armazenamento do óleo lubrificante é rotular e identificar os tambores com o máximo de informações possível, de maneira bem visível.

Defina datas de entrada, quando o produto deve ser movimentado, expiração do prazo, características técnicas e o que mais for útil para a operação.

Atenção ao local de armazenamento

Fique atento ao local onde você irá armazenar o óleo lubrificante. Mantenha sempre longe de fontes de calor, como fornos ou caldeiras. Isso porque a temperatura pode gerar processos químicos de deterioração do óleo lubrificante.

Não adquira óleo sem registro na ANP

Nunca utilize óleo lubrificante sem registro na Agência Nacional do Petróleo (ANP). Esse número deve estar obrigatoriamente no rótulo do vasilhame.

Sem o registro, você pode estar colocando seu equipamento em risco.

Essa informação foi útil para você?

Por que essa informação, não foi útil para você?

Obrigado pela sua participação!

compartilhe essa informação: